Star Trek - Deep Space Nine na sala de aula

filosofia, política e alteridade na vizinhança de um wormhole

  • Valéria Cristina Lopes Wilke Unirio

Resumo

Minha prática docente é marcada pelo uso da imagem como ferramenta didática., fato que me levou à reflexão sobre a potencialidade do uso da imagem (fixa e em movimento) no processo de ensino-aprendizagem, e que resultou na compreensão do filme como texto fílmico. Esse objeto tem a possibilidade de ser usado como recurso pedagógico e de análise social, para além dos fins de entretenimento. Esse artigo visa discutir aspectos relacionados a esse entendimento e também apresentar o modo como utilizo o filme em sala de aula, a partir de um exemplo oriundo da experiência docente. Para tanto utilizarei como mote a discussão política-alteridade-filosofia a partir de temática desenvolvida em episódios da série televisiva Star Trek Deep Space Nine.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valéria Cristina Lopes Wilke, Unirio
Professora Associada do Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/Unirio. Doutora em Ciência da Informação pelo Instituto brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/UFF (2009). Mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996). Bacharel e licenciada em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991). Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (1984). Tem experiência na área de Filosofia, atuando principalmente nos seguintes eixos: filosofia e informação, ensino de Filosofia, filosofia e gênero, história e filosofia da ciência, filosofia no Brasil e na América Latina.
Publicado
2019-12-31
Como Citar
Cristina Lopes Wilke, V. (2019). Star Trek - Deep Space Nine na sala de aula. Estudos De Filosofia E Ensino, 1(1), 57-84. Recuperado de https://revistas.cefet-rj.br/index.php/estudosdefilosofiaeensino/article/view/406