A filosofia na construção de jogos

O recurso do lúdico na produção coletiva na produção coletiva e divulgação do conhecimento filosófico

  • Taís Silva Pereira Programa de Pós-Graduação em Filosofia e Ensino - Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca(PPFEN-CEFET/RJ)

Resumo

O projeto de extensão “A filosofia na construção de jogos” nasceu em 2013 no CEFET/RJ com o propósito de explorar conceitos e problemas filosóficos de forma acessível, através da elaboração coletiva de jogos, com a participação de alunos e professores, para serem jogados pela comunidade escolar e em sala de aula. Nos últimos anos, o projeto procurou levantar algumas perguntas, dentre elas, o lugar do lúdico na produção coletiva de conhecimento – de forma mais ampla – e, mais especificamente, seu papel para a divulgação da reflexão filosófica. Ao relatar o processo de construção de jogos a partir das problematizações da filosofia, será apresentada a importância do prazer, divertimento, não apenas como facilitador da apropriação de conteúdos, mas especialmente, pela criação de um espaço comum de compreensão para o exercício do filosofar. A metodologia de todo o processo é baseada no trabalho coletivo como princípio educativo, ou seja, assume que a formação humana se dá em diferentes espaços, além da escola, apontando para o seu desenvolvimento integral através também da prática sobre a realidade circundante. Por isso, toda a construção do jogo – desde sua concepção inicial até a confecção de sua materialidade – foi feita por todos os envolvidos no projeto, que se situam em igualdade de condições para tomada de decisões. Com efeito, até a presente edição, “A filosofia na construção de jogos” produziu seis jogos educacionais, a partir de temas e problematizações gerados pela filosofia, e que foram apresentados em eventos dentro e fora da comunidade escolar. Ademais, cada jogo também foi utilizado nas aulas de filosofia do CEFET/RJ e analisado no mestrado profissional de Filosofia e Ensino da mesma instituição, aliando, assim, o tripé indissociável entre ensino-pesquisa-extensão. Finalmente, as atividades oriundas do projeto levam a uma consideração mais aprofundada do próprio conceito de jogo, centrado no lúdico, e sua aproximação com a filosofia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taís Silva Pereira, Programa de Pós-Graduação em Filosofia e Ensino - Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca(PPFEN-CEFET/RJ)
Possui graduação em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2005), mestrado e doutorado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2013). É professora do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ) desde 2010, no Ensino Médio Integrado e Pós-graduação, atuando nos âmbitos do Ensino, Pesquisa e Extensão. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Ética, Filosofia Política, Ensino de Filosofia e Produção de Material Didático para o Ensino de Filosofia.
Publicado
2019-12-31
Como Citar
Pereira, T. S. (2019). A filosofia na construção de jogos. Estudos De Filosofia E Ensino, 1(1), 22-36. Recuperado de https://revistas.cefet-rj.br/index.php/estudosdefilosofiaeensino/article/view/383